Alunos do IFSP visitam a CMS

Nos últimos dias 4, 5 e 6, alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFSP) de Matão visitaram a Companhia Matonense de Saneamento (CMS) para conhecer o tratamento do esgoto doméstico realizado em Matão.

Os estudantes assistiram a uma palestra e a um vídeo institucional, através dos quais receberam informações sobre a concessionária. Depois fizeram um tour pelo local para conhecerem na prática o processo de tratamento do esgoto.

Marcella Almeida, de 17 anos, diz que a visita foi boa, deu nota de 8 a 10 para o vídeo e não teve dificuldades para entender a palestra. A organização, limpeza, infraestrutura, qualidade visual da água tratada e simpatia dos colaboradores foram bem avaliadas pela jovem.

“Considero o tratamento muito importante para podermos beber água limpa. Achei a visita muito importante. Mudou minha maneira de pensar sobre o meio ambiente porque percebi que o tratamento da água ajuda muito o meio ambiente. A tecnologia pode ser usada tanto para coisas ruins quanto para coisas boas. Uma das melhores coisas que podemos usá-la é para tratar nossa água, salvar nosso meio ambiente e nossa vida”, diz.

Natália Barbosa Gomes, de 16 anos, afirma que a visita foi boa, deu nota de 8 a 10 para o vídeo e não teve dificuldades para entender a palestra. A organização, limpeza, infraestrutura, qualidade visual da água tratada e simpatia dos colaboradores foram bem avaliadas pela estudante.

“Considero o tratamento muito importante pela preservação do meio ambiente e das pessoas em questões de saúde. Achei a visita muito importante. Mudou minha maneira de pensar sobre o meio ambiente pela visão mais ampla sobre cada processo do tratamento e sua importância para a qualidade de vida. Com o desenvolvimento da pesquisa aprimorando a tecnologia é possível garantir a preservação do meio ambiente e a melhor qualidade de vida da população”, afirma.

Murilo Gabriel de Souza, de 17 anos, revela que a visita ficou acima da sua expectativa, deu nota de 8 a 10 para o vídeo e não teve dificuldades para entender a palestra. A organização, limpeza, infraestrutura, qualidade visual da água tratada e simpatia dos colaboradores foram bem avaliadas por ele.

“Considero o tratamento muito importante porque previne doenças e ajuda o meio ambiente. Achei a visita importante. Mudou minha maneira de pensar sobre o meio ambiente pois consegui ver a importância do tratamento.  A tecnologia no tratamento do esgoto faz com que cuide do meio ambiente e preserve a nossa vida”, revela.

O professor Cléberson Aparecido dos Santos, de 36 anos, relata que a visita ficou acima da sua expectativa, deu nota de 8 a 10 para o vídeo e não teve dificuldades para entender a palestra. A organização, limpeza, infraestrutura, qualidade visual da água tratada e simpatia dos colaboradores foram bem avaliadas por ele.

“Considero o tratamento muito importante porque garante o equilíbrio da vida do rio, o recurso e o ambiente equilibrado para as gerações futuras. Achei a visita muito importante. Mudou minha maneira de pensar sobre o meio ambiente pela capacidade dos humanos utilizarem o conhecimento científico para cuidar dos recursos naturais que são tão importantes para a sociedade. A CMS é o exemplo de uso da ciência de forma aplicada direto ao mais importante elemento da vida no planeta”, conclui.

| Natali Galvão

 


Fonte : Informativo da CMS / Encartado no JCMatão
Data da Notícia : 14/06/2019

Fotos da Informação

Últimas notícias