Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

PROJETO "NASCENTE SÃO LOURENÇO"

OBJETIVO: A conscientização da população sobre a importância do tratamento do esgoto e preservação do meio ambiente.

DESCRIÇÃO:

Introdução:

Em outubro de 2004, apenas alguns meses após a CMS - Companhia Matonense de Saneamento entrar na fase final da construção da ETE – Estação de Tratamento de Esgoto, foi divulgada em Matão e região uma campanha publicitária institucional com o tema “O Esgoto Mata”. E através de anúncios em jornais, outdoors, spots e testemunhais nas rádios e televisão, a empresa procurou alertar e educar a população sobre o tratamento do esgoto e a preservação das águas dos rios e do meio ambiente. Este trabalho de comunicação foi composto por duas fases. Na primeira, a campanha tinha um foco apenas institucional, com uma linha agressiva, e na segunda, a campanha criou frases de efeito para chamar a atenção para o tema, por meio de imagens ilustrativas.

Com o objetivo de sensibilizar a população, despertando a consciência social para a mudança de atitudes em relação aos recursos naturais e da biodiversidade, a CMS desenvolveu um amplo programa de educação ambiental, buscando tornar a cidade de Matão como uma referência entre as principais cidades do país que possuem tratamento de esgoto e investem em projetos ligados ao meio ambiente.


PRIMEIRA FASE

O Projeto “Nascente São Lourenço” foi assim denominado para fazer referência ao importante rio que cruza toda a cidade de Matão e abastece várias cidades de nossa região, e é o principal foco de todo o tratamento de esgoto aplicado pela ETE Matão. Logo após a primeira campanha publicitária, começou o projeto educacional “Douradinho salva o rio São Lourenço”, cuja campanha publicitária foi realizada no período de 15 a 30 de abril de 2005. Na ocasião, a CMS disponibilizou material para a primeira fase do projeto junto a Secretaria da Educação, que encaminhou para as escolas da rede pública (estadual e municipal).
 

Este material tinha como objetivo conscientizar crianças e adolescentes dos Ensinos Fundamental e Médio sobre a importância do tratamento do esgoto para a preservação da natureza. Foi criada uma cartilha educacional, em formato de Gibi, com três volumes, que foram distribuídas nas escolas, conforme os planos pedagógicos de cada uma das unidades. Na cartilha, havia um personagem, que é a figura principal da estória, com características alegres, simpáticas e atraentes para as crianças – o peixe “Douradinho”.

 

“Douradinho salva o Rio São Lourenço” foi desenvolvido para que crianças e adolescentes tomassem conhecimento da importância do tratamento do esgoto para a preservação da fauna, da flora e de suas próprias vidas. Para que se sentissem entretidos com o projeto, foi desenvolvida uma estória em quadrinhos que se passava no fundo do rio. Peixes e animais típicos da região foram usados como protagonistas da aventura do Douradinho para salvar o rio São Lourenço. Todos os personagens foram criados conforme pesquisas, para identificar as espécies existentes na região.

“Esgotox é o grande vilão”. Poluidor nato, Esgotox é um monstro terrível criado por homens de má índole que jogam esgoto não tratado na natureza. Há tempos, Esgotox poluía o rio São Lourenço e o Córrego Cascavel, destruindo toda a fauna e a flora. Para acabar com este terrível monstro, Douradinho contou com a ajuda da “Super CMS”, uma heroína, que com suas gotas superpoderosas, espantou o vilão.

Cada um dos volumes da cartilha vinha acompanhado de um passatempo para colorir, referente ao tema abordado na edição, visando criar a interatividade das crianças com o tema. Também foi proposta uma programação teatral voltada para o tema.

Nesta fase, o projeto também envolveu o apoio da CMS a outros grandes eventos da cidade, como a festa de Corpus Christi e a Eco Matão. Eventos que reúnem todas as camadas sociais da cidade e buscavam a união entre os cidadãos.


SEGUNDA FASE

A partir de 25 de agosto de 2006, data oficial para abertura da ETE Matão ao público, o projeto teve continuidade. Desde a cerimônia de inauguração, a ETE recebia grupos para visitações técnicas. A proposta era receber a visita de diversas entidades, englobando instituições públicas, universidades e escolas públicas e particulares. As atividades eram realizadas através de palestras, vídeos, música, demonstrações em feiras especializadas, teatro, cartazes, visitas nas estações de captação e na estação de tratamento além de reuniões em equipe. Para ilustrar o projeto e todo o processo de tratamento, foi montada uma maquete física de toda a estrutura da estação e desenvolvido um vídeo institucional com a maquete virtual e todas as informações didáticas sobre o tratamento de esgoto. Estes materiais foram apresentados na cerimônia de inauguração e durante todas as visitações técnicas.

A partir de 2007, o Projeto “Nascente São Lourenço” voltou seu foco para crianças e adolescentes, com uma programação de trabalhos educativos, de orientação básica e de esclarecimento ambiental, através das visitações das escolas às dependências da ETE.  

Os visitantes conhecem a ETE e aprendem sobre o processo de tratamento do esgoto, participam de uma palestra educativa, assistem a um vídeo institucional e fazem um tour pela estação para conhecerem, na prática, como ocorre o processo de tratamento do esgoto e o que se pode e o que não se deve jogar no esgoto sanitário.

 Com este trabalho, a CMS busca conscientizar a população, pregando o respeito pela biodiversidade, com foco na utilização com parcimônia da água, preservando os recursos naturais, acenando sobre os perigos de se dispor o lixo em locais impróprios, a importância de plantar árvores, reflorestar as matas ciliares, sempre valorizando a natureza para manutenção da biota de nossa região.

A união destes esforços e a conscientização de toda a população estão fazendo de Matão uma cidade “exemplo” entre os municípios brasileiros.

 

É A CMS PRESERVANDO VIDAS!

 

 

 

Fotos do Projeto